O guitarrista do Def Leppard Vivian Campbell (ex-Dio) deu uma entrevista recentemente a uma rádio americana e falou sobre sua carreira com Dio, jam com o Steel Panther e das diferenças entre tocar com Dio e Def Leppard.

 


São Paulo Trip! Qual desses shows você mais quer assistir?
The Who + The Cult + Alter Bridge
Bon Jovi + The Kills
Guns 'n' Roses + Alice Cooper
Aerosmith + Def Leppard
25 de Setembro 2017
+A -A
21/06/2012
10:36 Vivian Campbell fala sobre sua carreira e voltar a tocar as músicas de Dio

O guitarrista do Def Leppard Vivian Campbell (ex-Dio) deu uma entrevista recentemente a uma rádio americana e falou sobre sua carreira com Dio, jam com o Steel Panther e das diferenças entre tocar com Dio e Def Leppard.

 

Confira alguns trechos:

“Foi muito inspirador tocar aquelas velhas músicas de Dio com o Steel Panther. Foi daí que veio a idéia de chamar os integrantes do line-up original de Dio (o baterista Vinny Appice, o baixista Jimmy Bain e o tecladista Claude Schnell) para tocarmos juntos novamente. Encontramos um ótimo vocalista (Andrew Freeman, ex-Hurricane e Lynch Mob) e faremos uma turnê assim que o Def Leppard tirar umas férias.”

 

“O que faço nas músicas de Dio é muito, muito, diferente do que faço no Def Leppard. Para ser sincero, o quanto eu toco de guitarra na Def Leppard não chega nem perto do que toco nas músicas de Dio. Nas músicas de Dio eu sou o único guitarrista, no Def Leppard, também há o Phil Collen. Depois que fiz a turnê com o Thin Lizzy e toquei as músicas de guitarristas que me inspiraram – Scott Gorham, Brian Robertson e Gary Moore – isso me inspirou a tocar de novo. Parece que tenho 16 anos, só quero saber de tocar muita guitarra.”  

 

“Tenho muito orgulho dos álbuns que fiz com Dio. Por alguma razão, algumas pessoas não entendem isso. Mas eu compus essas músicas e sinto uma ligação muito forte com elas. Então será muito legal tocá-las novamente na frente do público.”

 

“Andy é um vocalista fantástico, mas ele não soa como Dio. E era isso que eu queria, Ronnie foi o melhor no estilo, não há como substituí-lo. Mas o engraçado foi que desde que falei isso na minha página no Facebok, recebi três videos – um da Argentina, um da Suécia e um dos EUA – com vocalistas que soam assustadoramente parecidos com Dio. Mas eu não tinha tanta certeza que era isso que eu queria. O mais importante é que são os integrantes originais e vamos tocar apenas as músicas que compusemos naquela época. Andy colocou sua própria personalidade nas músicas. Não estamos tentando clonar Dio, isso seria muito piegas. O que importa são as músicas e a banda original.”

 

“Todo vocalista precisa ter um ego grande, eles precisam disso. Eu tive problemas em nível pessoal com Ronnie, porque eu morei em sua casa na época em que estive na banda. Era estranho porque havia uma diferença de idade muito grande, Ronnie é muito mais velho que eu. Parecia que estava numa banda com meu pai ou meu padrasto. E em termos profissionais, nós não concordávamos. A esposa dele, Wendy, era sua manager e pelo o que eu vi, não era uma manager muito boa para a carreira dele, pois tomou decisões horríveis. E Ronnie não queria confrontá-la e cedia às decisões dela. Mas como músico, a única coisa que tenho por Ronnie é respeito. Fora isso, foi uma época difícil para nós dois em termos de duas personalidades em rota de colisão, mas que fizeram músicas excelentes juntas, não há como negar isso.”  

 


Roadie Crew copyrights © 2011 - All Rights Reserved - Todos os Direitos Reservados - Melhor visualizado em 1024x768