14 de Dezembro 2017
RSS
Edição:
#85
Mês:
FEV
Ano:
2006
DESTAQUES SEÇÕES
BRAZEN ABBOT
AMAZON
ANNIHILATOR
DIMMU BORGIR
FROM THE INSIDE
GOD FORBID
JOURNEY
KING BIRD
L.A. GUNS
MANTICORA
NIGHTWISH
PERPETUAL DREAMS
PERPETUAL DUSK
SHADOWSIDE
Background - PINK FLOYD - PART I
Backspage
Blind Ear - ROY KHAN (KAMELOT)
ClassiCrew
Garage Demos
Live Evil - METAL DEVASTATION FEST 2
Poster - HELLOWEEN
Releases CDs
Releases DVDs
Roadie Collection - WHITESNAKE
Roadie Mail - Metal Joke
Roadie News
Roadie Profile - ARKADIUS (SUIDAKRA)
Stay Heavy Report
JOURNEY
Por Mitch Lafon Existem bandas na cena do Rock que estabelecem uma reputação inabalável e uma carreira tão sólida que faz com que dispensem apresentações, caso típico da norte-americana Journey, que recentemente lançou seu novo álbum de estúdio, Generations. Formado atualmente pelos fundadores Neal Schon (guitarra, ex-Santana, Bad English, Hardline) e Ross Valory (baixo, ex-Fumious Bandersnatch), além de Jonathan Cain (teclado e guitarra, ex-The Babys, Sammy Hagar, Bad English, Stan Bush), Steve Augeri (vocal, ex-Tyketto e Tall Stories) e Deen Castronovo (bateria, ex-Wild Dogs, Bad English, Ted Nugent, Ozzy Osbourne, Steve Vai, Hardline e outros), o Journey iniciou sua trajetória em meados de 1973 e mesmo passando por diversas e severas mudanças no line-up, conseguiu superar todas as adversidades e manteve-se no topo com seu som mesclando Hard Rock, Blues, AOR e Jazz. Os três primeiros trabalhos - Journey (1975), Look Into The Future (1976) e Next (1977) - serviram para criar uma boa imagem e o gosto do sucesso começou a partir de Infinity (1978), com os músicos Gregg Rolie (teclado), Neal Schon (guitarra), Aynsley Dunbar (bateria), Ross Valory (baixo) e Steve Perry (vocal) criando hits como Lights, Wheel In The Sky e Anytime. Com a troca de baterista, com a entrada de Steve Smith, a boa fase seguiu com os lançamentos de Evolution (1979), Departure (1980) e Dream, After Dream (1980 - que saiu só no Japão), destacando novos clássicos como Lovin', Touchin', Squeezin e Any Way You Want It. Com isto estava aberto espaço para o primeiro duplo ao vivo, Captured (1981), que vendeu cerca de quatro milhões de cópias. Após a entrada de Jonathan Cain (teclado e guitarra) no lugar de Gregg Rolie, veio Escape (1981), que, impulsionado por faixas como Don't Stop Believin', Who's Cryin' Now, Stone In Love e Open Arms, obteve o topo das paradas. Frontiers (1983) também manteve o Journey nas alturas, com mais três grandes sucessos - Separate Ways (World's Apart), Faithfully, Send Her My Love e Edge Of The Blade. Em 1986 foi a vez de Raised On Radio, e mesmo com a banda sofrendo com as tensões internas e a pressão por provar a força de mais uma formação diferente (com Randy Jackson no baixo e Larrie Londin na bateria), colocou mais hits nas paradas - Be Good To Yourself, Girl Can't Help It, Suzanne e I'll Be Alright Without You. A tensão seguiu durante a turnê de promoção e em fevereiro de 1987 os músicos se separam. Nove anos se passaram e enfim ocorre o retorno com Trial By Fire, que destacou faixas como Message Of Love e When You Love A Woman. Dois anos depois o 'frontman' Steve Perry - que sofria de artrite devido a um acidente sério no Havaí enquanto praticava alpinismo - anuncia oficialmente sua saída. Como não havia feito um show após o retorno, a banda resolve chamar Steve Augeri para o lugar de Perry. Em estúdio, a estréia da nova formação deu-se com a música Remember Me, que saiu na trilha sonora do filme "Armageddon". Até chegar a Generations, ainda foram lançados Arrival (2000) e o EP Red 13 (2002). Na entrevista a seguir, o renomado Neal Schon fala sobre o recente lançamento e de passagens de sua carreira paralela, confira!
Roadie Crew copyrights © 2011 - All Rights Reserved - Todos os Direitos Reservados - Melhor visualizado em 1024x768