17 de Dezembro 2017
RSS
Edição:
#80
Mês:
SET
Ano:
2005
DESTAQUES SEÇÕES
AQUARIA
BEFORE EDEN
BLEED THE SKY
DEMONS & WIZARDS
DR. SIN
EKTOMORF
NAUSEOUS SURGERY
NIGHTWISH
SHADOW GALLERY
TESTAMENT
THUNDERSTONE
WACKEN OPEN AIR 2005
WHITESNAKE
Background - THE BEATLES - PART IV
Backspage
Blind Ear - MAUSER (VADER)
Garage Demos
Live Evil - FIELDS OF ROCK
Live Evil - SPECIAL - AFTER FOREVER
Poster - CANDLEMASS
Releases CDs
Releases DVDs
Roadie Collection - MORBID ANGEL
Roadie Mail - Metal Joke
Roadie News
Roadie Profile - KIKO D'CASTRO (NECROMANCIA) E ROA
TESTAMENT
Por André Dellamanha Para muita gente a Bay Area não passa de uma linda baía do norte da Califórnia, na região da cidade de São Francisco. Para outros, como você que está lendo esta matéria, a Bay Area é sinônimo de Thrash Metal de primeira linha, e de bandas como o Exodus, o Death Angel e o Metallica. No início dos anos 80, o número de bandas deste estilo vindas desta região era impressionante e, independentemente da qualidade, nem todas alcançaram o estrelato e a longevidade. Uma delas chamava-se Legacy, fundada pelos guitarristas Eric Peterson e Derrick Ramirez e o baterista Louie Clemente. O Legacy, em 1983, ainda contava com um certo vocalista chamado Steve Souza, que conseguiu a fama não no Legacy, e sim por posteriormente juntar-se a uma outra banda chamada Exodus. Com a mudança de vocalista, Steve indicou um tal de Chuck Billy para substituí-lo, e Derrick Ramirez deu lugar a Alex Skolnick. Esta formação do Legacy começaria a marcar história três anos depois, ao gravar seu primeiro álbum de estúdio, The Legacy, apenas com uma diferença: o nome da banda havia mudado para Testament. A partir de então, nos quatro anos seguintes, o Testament, que ganhou status de banda cult logo em seu 'debut', lançou outros discos clássicos e históricos - The New Order (1988), Practice What You Preach (1989) e Souls Of Black (1990) -, trabalhando em gravadora grande, naquela seqüência ininterrupta de 'estúdio-turnê-estúdio'. Como nem tudo é paradisíaco quando se trabalha em uma 'major' como a Atlantic Records, após o lançamento de The Ritual, em 1991, nem todo o mercado demandava o Metal como em um passado não tão distante daquele, o que refletiu diretamente no ânimo dos músicos do Testament para perderem temporariamente o gosto pela música e assim separarem-se. Pouco mais de três anos depois, com a formação um pouco diferente, o Testament voltou, em 1994, com o polêmico Low, mostrando uma banda mais agressiva do que antes, fato que marcou os dois álbuns seguintes, Demonic (1997) e The Gathering (1999). Após o lançamento de coletâneas, uma regravação de seus clássicos e muitas turnês, o Testament entrou 2005 na onda das 'reunions' e, com a formação original, apareceu pela primeira vez no "Dynamo Open Air", na Holanda, criando muitas expectativas para seus fãs, que poderão ver a banda novamente em terras brasileiras no mês de outubro, no "Live 'N' Louder Rock Fest". Saiba mais nas palavras de Chuck Billy.
Roadie Crew copyrights © 2011 - All Rights Reserved - Todos os Direitos Reservados - Melhor visualizado em 1024x768