15 de Dezembro 2017
RSS
Edição:
#79
Mês:
AGO
Ano:
2005
DESTAQUES SEÇÕES
ABSOLUTE DISGRACE
DESIRE
FRAMESHIFT
IRON MAIDEN - EDDIE RIPS UP ...
KARI RUESLATTEN
LABYRINTH
NEVERMORE
PAIN OF SALVATION
SCORPIONS
SILENT CRY
STRATOVARIUS
Background - THE BEATLES - PART III
Backspage
Blind Ear - MANNI SMITDT (GRAVE DIGGER)
Garage Demos
Live Evil - MYSTIC FESTIVAL
Live Evil - SPECIAL - BMU 2005
Live Evil - SPECIAL - GODS OF METAL 2005
Live Evil - SPECIAL - SWEDEN ROCK FEST 2005
Poster - THE 69 EYES
Releases CDs
Releases DVDs
Roadie Mail - Metal Joke
Roadie News
Roadie Profile - TIAGO TORRES (MAD DRAGZTER)
Roadie Collection - MÖTLEY CRÜE
SCORPIONS
Por Ricardo Batalha O Scorpions, formado atualmente por Klaus Meine (vocal), Rudolf Schenker e Matthias Jabs (guitarras), James Kottak (bateria) e Pawel Maciwoda (baixo), é o maior nome do Hard Rock alemão em todos os tempos. Atualmente em turnê de promoção de seu mais recente álbum, Unbreakable (2004), a banda está escalada para se apresentar novamente no Brasil, no festival "Live 'N' Louder", que acontecerá no dia 12 de outubro, em São Paulo (SP). Nosso entrevistado, o guitarrista Matthias Jabs (ex-Lady), estava fadado ao sucesso, pois mesmo tendo entrado quando a banda estava com o nome consolidado e com seis álbuns lançados - Lonesome Crow (1972), Fly To The Rainbow (1974), In Trance (1975), Virgin Killer (1976), Taken By Force (1977) e Tokyo Tapes (1978, ao vivo) -, conseguiu fazer com que até os fãs mais ardorosos de Uli Jon Roth e Michael Schenker reverenciassem seu carisma e o domínio nas seis cordas. É bem verdade que sua estréia foi até certo ponto sem muito impacto no álbum Lovedrive (1979), mas Jabs pegou justamente a fase de maior expansão do nome Scorpions, em trabalhos aclamados mundialmente, iniciando por Animal Magnetism (1980) e efetivado com Blackout (1982) e Love At First Sting (1984). Já com status de megabanda e tendo vendido milhões de cópias, a participação nos maiores festivais do mundo foram de extrema importância para a carreira, pois alguns destes eventos, como o "US Festival" (1983), a primeira edição do "Rock In Rio" (1985) e o "Moscow Music Peace Festival" (1989), ficaram marcados na história da música. E o "Moscow Music Peace Festival" - já na turnê do álbum Savage Amusement (1988) - emocionou tanto o vocalista Klaus Meine, que resultou no hino da "glasnost", a balada Wind Of Change, faixa do álbum Crazy World (1990), e que ficou em primeiro lugar nas paradas de singles em diversos países.
Roadie Crew copyrights © 2011 - All Rights Reserved - Todos os Direitos Reservados - Melhor visualizado em 1024x768