14 de Dezembro 2017
RSS
Edição:
#136
Mês:
MAI
Ano:
2010
DESTAQUES SEÇÕES
Bay Area Especial - Thrash ...
Death Angel
Defiance
Ed Repka
Exodus
Forbidden
Grandes Álbuns - Bay Área
Heathen
Hirax
Lääz Rockit
Metallica
Testament
Vio-Lence
Background - Grateful Dead
Classicover - Megadeth - Mechanix
Editorial
Garage Demos
Hidden Tracks - Mordred
Live Evil - Dream Theater
Live Evil - Epica
Live Evil - John Corabi
Live Evil - Korpiklaani
Live Evil - Overkill
Live Evil - W.A.S.P.
Live Evil - Blaze Bayley
Live Evil - Nile
Releases CDs
Roadie Collection – Bay Area (60's)
Roadie News
Bay Area Especial - Thrash Metal
Por Ricardo Batalha
 

Bay Area Especial - Thrash Metal

THRASHING ALL AROUND!

Colaboração: Antonio Carlos Monteiro e Maicon Leite

Oportunidade, capacidade e a interação de músicos, amigos e fãs de Heavy Metal de uma mesma localidade foram alguns dos fatores que contribuíram para o fenômeno ocorrido na Bay Area de São Francisco, no norte do estado da Califórnia (EUA). Em meados dos anos 80, quase vinte anos após a explosão do Acid Rock e da cena psicodélica de nomes como Grateful Dead, Jefferson Airplane, Moby Grape, Big Brother And The Holding Company e Quicksilver Messenger Service, surgiram naquela região diversas bandas que, anos depois, foram capazes de fazer com que o local se voltasse a ser comentado no meio musical.

São Francisco, que era considerada o "quartel general" do movimento de contracultura dos hippies dos anos 60, abrigava muitos imigrantes e a diversidade cultural sempre foi enorme. Berço de outros grandes nomes da música, como Carlos Santana, Creedence Clearwater Revival, Sly & The Family Stone, Blue Cheer, Journey, Huey Lewis And The News e Dead Kennedys, a região agora teria que se preparar para a invasão de outros jovens cabeludos e rebeldes.

A nova cena nada tinha a ver com ficar chapado e sair fazendo jams mas, assim como aquela fase psicodélica dos anos 60 influenciou todas as expressões de arte, da música e da moda, o Thrash Metal da Bay Area teve grande impacto e mudou os rumos do Heavy Metal, sendo o novo grande 'boom' ocorrido após a New Wave Of British Heavy Metal na Inglaterra. "O que mais lembro foi o quanto nós todos nos divertimos e ficamos contentes em estar fazendo parte de tudo que estava acontecendo na cena musical. Nossos amigos da escola estavam nos ajudando e apoiando porque sabiam que estávamos fazendo uma coisa importante, tendo que viajar e tocar para muitas pessoas. Me lembro que passamos ótimos momentos e sempre fomos muito amigos dentro da banda. Tivemos sorte de estar juntos naquele momento", diz Rob Cavestany, guitarrista e fundador do Death Angel. "A Bay Area foi um fenômeno, uma explosão de excelentes bandas que tocavam, compunham, interagiam e faziam shows o tempo inteiro. Não vejo isso atualmente e acredito que aquilo não se repetirá", completa Gary Holt, guitarrista do Exodus.

 

A Bay Area antes do Thrash

"Se você estiver indo a São Francisco / Não se esqueça de colocar flores nos seus cabelos".

Roadie Crew copyrights © 2011 - All Rights Reserved - Todos os Direitos Reservados - Melhor visualizado em 1024x768