14 de Dezembro 2017
RSS
Edição:
#152
Mês:
SET
Ano:
2011
DESTAQUES SEÇÕES
Dream Theater
Cavalera Conspiracy
Cruachan
Edguy
Flotsam And Jetsam
Forbidden
In Flames
Steve 'Zetro' Souza
Whocares
Background-King Diamond/Mercyful Fate
Backspage
Blind Ear - Russel Allen
ClassiCover - This Flight Tonight
ClassiCrew - TYA/Foreigner/Tesla
Editorial
Eternal Idols - Syd Barrett
Garage Demos
Hidden Tracks
Live Evil - Black label Society
Live Evil - DevilDrive / Tuff
Live Evil - Nuclear Assault / Symfonia
Live Evil - Grave Digger / Evergrey
Live Evil - Týr
Live Evil - Wacken 2011
Releases CDs
Releases DVDs
Roadie Collection - Great White
Roadie News
Stay Heavy Report
Wanted Crew - Alexander Kuoppala
Poster - Marillion
Dream Theater
Por Thiago Sarkis
Entre 8 de setembro de 2010, data do anúncio oficial da saída de Mike Portnoy (bateria), e 13 de setembro de 2011, data de lançamento do novo álbum, os fãs do Dream Theater foram submetidos a toda sorte de emoções. Em primeiro lugar, viram um baterista idolatrado abandonar um grupo unido que não havia passado por qualquer alteração em sua formação desde 1999, ano em que o tecladista Jordan Rudess entrou para o lugar de Derek Sherinian. Depois, acompanharam Portnoy arrependido de sua decisão dar com a cara na porta ao procurar os ex-companheiros para voltar à banda após ser dispensado pelo Avenged Sevenfold. Em seguida, surgiu um documentário que, com retoques de novela e 'reality show', retratou a busca dos membros remanescentes por um novo baterista e teve seu desfecho com a escolha de Mike Mangini. Dali em diante, começou a espera por um novo trabalho de estúdio, processo que se encerra agora com o lançamento de A Dramatic Turn Of Events (2011). Dramas à parte, a saída de Mike Portnoy deixou dois postos em aberto no Dream Theater: o de baterista e o de líder e porta-voz. Para o primeiro, Mangini se mostrou o substituto ideal. Para o segundo, parece haver um acordo tácito em torno do nome de John Petrucci (guitarra). E não poderia ser diferente. Membro fundador e um dos principais compositores do grupo, o guitarrista aparece como ocupante imediato e óbvio do cargo, devido à sua popularidade e credibilidade junto aos fãs. Em papel mais central já nas recentes gravações, ele nos fala pela primeira vez como líder inconteste do conjunto e comenta os desencontros com seu ex-baterista, a convivência entre os atuais integrantes e a audição do brasileiro Aquiles Priester (Hangar, ex-Angra).
Roadie Crew copyrights © 2011 - All Rights Reserved - Todos os Direitos Reservados - Melhor visualizado em 1024x768