14 de Dezembro 2017
RSS
Edição:
#116
Mês:
SET
Ano:
2008
DESTAQUES SEÇÕES
Rush
Corrosion Of Conformity
Brainstorm
Chimaira
Breakdown
Dismember
Gorefest
Korpiklaani
Márcio Baraldi
Revolution Renaissance
Scorpions
Violator
Vixen
Wacken Open Air 2008
Background - Blue Öyster Cult - Final
Backspage - Philips Monsters Of Rock
Blind Ear - Stefan Schmidt (Van Canto)
ClassiCrew
Editorial
Eternal Idols - Ray Gillen
Garage Demos
Hidden Tracks - CORONER
Live Evil - Belladonna / Threat
Live Evil - Heavy Rock Revival 3
Live Evil - Joe Satriani
Live Evil - Grave Digger
Releases CDs
Releases DVDs
Roadie Collection - AEROSMITH
Roadie Metal Comics
Roadie News
Roadie Profile - Antonio Araújo (Korzus, ex-ChaoS
Stay Heavy Report
Poster - Venom (Black Metal)
Rush
Por Thiago Sarkis Falar com músicos em turnê costuma ser um pesadelo, principalmente quando a assessoria local deles pouco se interessa em divulgá-los, salvo em época de shows e lançamentos. Por incrível que pareça, grupos consagrados e enormes são colocados ainda mais de lado em certas ocasiões, pois vendem por inércia. A conclusão deste desinteresse de selos e do conseqüente afastamento da banda da mídia e dos fãs é certa antipatia e o pensamento de que nenhum deles dá sequer bola para aqueles que os admiram abaixo da linha do equador. A solução para isso, antes de transformarmos a mentira em uma verdade, é buscarmos no exterior aquilo que não encontramos em nosso próprio país: apoio. Foi o que fizemos no caso do Rush, um dos maiores ícones do Rock - seja Power Trio, Progressivo, o que você bem quiser - de todos os tempos, sonho de consumo para capa desta revista há dez anos. Grata a nossa surpresa ao nos depararmos com solícitos canadenses e americanos que, ao contrário de alguns incapazes que infelizmente chamamos de compatriotas, abriram-nos as portas para o conjunto. Melhor ainda é descobrir que, em meio a turnês, ensaios, shows, passagens de som, estas lendas vivas da música ansiavam por falar aos fãs brasileiros sobre passado, presente e futuro do trio e seus mais recentes trabalhos: Snakes & Arrows (2007) e Snakes & Arrows Live (2008). Falaram! Não porque seus assessores por aqui desejaram, mas devido ao total comprometimento dos próprios e de sua equipe para com esta publicação e todos aqueles que com eles fizeram história no inesquecível Rush In Rio (2003). Até Neil Peart (bateria), reservado, absolutamente concentrado especialmente em tempos de turnês - e ausente aqui -, deu o ar da graça e, por meio de seus escritos, pediu-nos desculpa por não poder nos atender desta vez. Tudo bem. Alex Lifeson (guitarra) e Geddy Lee (vocal, baixo, teclados) fizeram questão de representá-lo.
Roadie Crew copyrights © 2011 - All Rights Reserved - Todos os Direitos Reservados - Melhor visualizado em 1024x768